O cenário do Brasil para chegar às quartas de final do Mundial da China

Brasil leva o 100% de aproveitamento para a segunda fase (Foto: Divulgação/Fiba)
Brasil leva o 100% de aproveitamento para a segunda fase (Foto: Divulgação/Fiba)

A Seleção Brasileira fez uma primeira fase do Mundial Masculino, na China, perfeita. A vitória desta quinta-feira diante de Montenegro, por 84 a 73, fechou a participação do Brasil no Grupo F com três triunfos e 100% de aproveitamento (também bateu Nova Zelândia, por 102 a 94, e Grécia, por 79 a 78). Com isso, a equipe está classificada para a segunda fase, também formada por chaves, e leva vantagem na briga por uma vaga nas quartas de final.

Na segunda fase de grupos, o Brasil enfrentará República Tcheca e Estados Unidos, que avançaram na Chave E em segundo e primeiro lugar, respectivamente. Com dois triunfos e um revés, Grécia fecha o grupo, mas não duela novamente com a Seleção Brasileira.

Como os resultados da primeira fase são levados em consideração na segunda, a República Tcheca continua com o recorde de duas vitórias e uma derrota. Com isso, caso o Brasil vença os tchecos, no sábado, às 5h30, e Estados Unidos não percam, a classificação às quartas sairia já no primeiro jogo da segunda fase.

Em caso de revés norte-americano e uma vitória brasileira, uma combinação de resultados (Grécia vencer República Tcheca) ainda pode forçar o Brasil a bater os Estados Unidos para avançar às quartas. Essa partida acontecerá na próxima segunda-feira, às 9h30, em Shenzhen, onde o grupo será sediado. A seleção do técnico Gregg Popovich também carrega o 100% de aproveitamento para a segunda fase.

Com uma derrota brasileira para a República Tcheca, a decisão da vaga ficaria definitivamente para um derradeiro jogo diante dos Estados Unidos. Há ainda chances remotas de o Brasil avançar sem vencer nenhum jogo, contando com combinações de resultados e saldo de cestas. Nas quartas, os dois melhores entre as quatro seleções citadas enfrentarão França, República Dominicana, Austrália ou Lituânia.

Vaga olímpica

As duas seleções americanas melhores colocadas no Mundial garantem vaga nos Jogos Olímpicos de Tóquio, em 2020. Além de Brasil, Estados Unidos e República Dominicana, Venezuela, Argentina e Porto Rico representam todo continente na segunda fase da Copa do Mundo da China. As 16 melhores equipes que não garantirem um espaço na Olimpíada pelo Mundial disputarão ainda um Pré-Olímpico.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *