De olho em Tóquio, Seleção Brasileira inicia disputa da Copa América Feminina

Equipe brasileira participou do media day da AmeriCup nesse sábado (Foto: Divulgação/CBB)
Equipe brasileira participou do media day da AmeriCup nesse sábado (Foto: Divulgação/CBB)

Começa neste domingo a Copa América Feminina (Women’s AmeriCup, no nome oficial), sediada em San Juan, capital de Porto Rico. Com força máxima, a Seleção Brasileira faz sua estreia nesta noite, às 18h30 (transmissão do SporTV 2), diante da Colômbia, no Coliseu Roberto Clemente. O torneio é importante também quando se trata dos Jogos Olímpicos de Tóquio, em 2020.

O Brasil está no Grupo B, ao lado de Argentina, Paraguai, Colômbia e Estados Unidos. Já o Grupo A conta com República Dominicana, Cuba, Canadá, México e Porto Rico.

Na fase de grupos as equipes jogam entre si, dentro de suas respectivas chaves, em turno único. As duas melhores nações de cada uma delas avançam à semifinal, que terá estes confrontos: 1º colocado do Grupo A x 2º colocado do Grupo B; e 1º colocado do Grupo B x 2º colocado do Grupo A. Os vencedores das semifinais disputam o título.

Relação da Copa América com Tóquio-2020

Os oito primeiros colocados da Copa América garantem vaga no Pré-Olímpico das Américas. O novo torneio será disputado em novembro, em Brasília, no Brasil, e dará três vagas para o Pré-Olímpico Mundial, em 2020. A Fiba ainda divulgará os detalhes dessa competição.

Com exceção do Japão, a única equipe garantida na Olimpíada de Tóquio são os Estados Unidos. A Seleção Estadunidense se sagrou campeã mundial em 2018, o que lhe rendeu o lugar no torneio olímpico. Mesmo assim, a equipe norte-americana disputará o Pré-Olímpico Mundial, mas não o Pré-Olímpico das Américas.

Equipe definida

O técnico da Seleção Brasileira Feminina, José Neto, terá 12 jogadoras à disposição para o torneio. A delegação brasileira chegou ao país caribenho com 13 atletas, mas uma foi cortada às vésperas da estreia: a jovem pivô Juliana Souza, de 20 anos, do Vera Cruz Campinas.

Das 12 convocadas, oito fizeram parte da campanha que rendeu a medalha de ouro nos Jogos Pan-Americanos de Lima, no Peru, em agosto deste ano. Veja a equipe completa para a Copa América ao fim desta matéria.

Seleção fora de moda

Seleção Brasileira Feminina não utilizará a linha mais recente fornecida pela Nike na Copa América (Fotos: Divulgação/Fiba; Reprodução/Instagram Nadia Colhado)

Na Copa América Feminina, a Seleção Brasileira utilizará um uniforme diferente do utilizado pelo masculino, um equipamento da linha passada. A Nike lançou o novo uniforme, visando à exposição na Copa do Mundo Masculina, em 6 de agosto deste ano, mas as mulheres não entrarão em quadra no torneio continental com esse material.

As 12 brasileiras selecionadas para a Copa América:

Armadoras:

Débora da Costa – Camisa 18 – 28 anos – 1m64 – SESI Araraquara

Alana Gonçalo – Camisa 23 – 24 anos – 1m66 – Santo André/APABA

Alas-armadoras:

Tainá Paixão – Camisa 8 – 27 anos – 1m73 – Sampaio Basquete

Patty Teixeira – Camisa 5 – 28 anos – 1m75 – Vera Cruz Campinas

Isabela Ramona – Camisa 3 – 25 anos – 1m80 – Uninassau/Cabo de Santo Agostinho

Alas:

Tati Pacheco – Camisa 10 – 28 anos – 1m81 – Sampaio Basquete

Rapha Monteiro – Camisa 5 – 24 anos – 1m81 – Sampaio Basquete

Alas-pivôs:

Damiris Dantas – Camisa 12 – 27 anos – 1m92 – Minnesota Lynx (Estados Unidos)

Clarissa dos Santos – Camisa 11 – 31 anos – 1m86 – FC Lyon Asvel (França)

Mariana Moura – Camisa 97 – 21 anos – 1m90 – Vera Cruz Campinas

Pivôs

Nádia Colhado – Camisa 31 – 30 anos – 1m94 – Flammes Carolo Basket Ardennes (França)

Erika de Souza – Camisa 14 – 37 anos – 1m96 – Perfumerías Avenida Baloncesto Salamanca (Espanha)

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *