Ainda com números modestos, Tyrone avalia temporada no Minas: ‘Posso chegar em um nível mais alto’

Tyrone acredita que pode melhorar o desempenho pelo Minas (Foto: Orlando Bento/Minas)
Tyrone acredita que pode melhorar o desempenho pelo Minas (Foto: Orlando Bento/Minas)

Contratado como um dos pilares do Minas para a atual temporada, o experiente ala-pivô estadunidense Tyrone Curnell, de 31 anos, tem encontrado dificuldades e somado números modestos até então. Em cinco jogos, o jogador tem médias de 5,4 pontos, 4,8 rebotes e 0,8 assistências com tempo médio de 24,2 minutos por partida.

CLIQUE AQUI PARA ASSINAR O DAZN E ASSISTIR AOS JOGOS DO NBB, DA EUROLIGA E DA CHAMPIONS LEAGUE DAS AMÉRICAS

Tyrone está na sua temporada menos eficiente em território brasileiro. O jogador, que já havia atuado no Brasil entre 2012 e 2018 (por Palmeiras e Mogi), reconhece que pode evoluir seu basquete.

“Estou me sentindo bem. Acho que coisas como rotação o técnico é quem determina, isso não é da minha parte. Mas estou 100% e sempre à disposição para jogar, estou pronto desde o começo. Estou no Brasil há sete anos, as pessoas conhecem meu jogo, mas sei que posso chegar em um nível mais alto, com certeza”, disse, ao Basquete Todo Dia.

Tyrone ficou fora somente de dois jogos na temporada: derrota para o Botafogo e vitória sobre o Rio Claro, ambos pelo NBB, por conta de uma lesão no músculo adutor da coxa esquerda. Com o camisa 0 em quadra, o Minas tem duas derrotas e três vitórias.

A última delas, diante do Bauru, nessa terça-feira, também pelo NBB, foi elogiada por Tyrone, que terminou o jogo sem marcar pontos, mas com cinco rebotes e uma assistência em 19 minutos. “Sempre bom ganhar. Quando ganha está tudo certo, né? é isso. Acho que jogamos bem, foi suave. Bauru é um time bom, nós também, e foi bom vencer”.

Tyrone terá uma nova chance de deslanchar na temporada no sábado, às 12h50, quando o Minas enfrenta o Franca, na Arena Minas Tênis Clube, em Belo Horizonte, pela fase classificatória do NBB. Os minas-tenistas estão na nona posição do torneio, com quatro vitórias e três derrotas, enquanto os francanos lideram, com sete triunfos e um revés.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *