Novo reforço do Minas, Jackson explica ligação com Leandrinho e mostra ansiedade por estreia

Jackson diz que está pronto para estrear pelo Minas (Orlando Bento/Minas)
Jackson diz que está pronto para estrear pelo Minas (Orlando Bento/Minas)

Novo reforço do Minas para a temporada, o ala-armador estadunidense Brent Jackson Jr., de 25 anos, já está em Belo Horizonte e realiza atividades com a equipe. Ele não atuou diante do Bauru, na última terça-feira, por questões documentais. O jogador conversou com o Basquete Todo Dia sobre estilo de jogo, “laço” com o agora companheiro Leandrinho e também sobre o clube da Rua da Bahia.

CLIQUE AQUI PARA ASSINAR O DAZN E ASSISTIR AOS JOGOS DO NBB, DA EUROLIGA E DA CHAMPIONS LEAGUE DAS AMÉRICAS

Jackson chegou ao Minas depois de uma indicação do ala-armador Leandrinho. O novo reforço, que atuou na última temporada no Ostioneros de Guaymas, do México, explicou como eles se conheceram.

“Eu e o Leandro temos um amigo em comum do estado de Arizona, nos Estados Unidos. É um dos melhores amigos dele lá, e essa pessoa me treinou, então eu já tinha visto o Leandro lá. Grande pessoa, parceiro. E aconteceu de eu estar com ele agora, em uma equipe, então mal posso esperar para entrar em quadra com esses caras, Tyrone, Devon (Scott), Alex, e todos os outros”, explicou.

Jackson também falou sobre seu estilo de jogo. “Gosto de chutar de três, mas também não me incomodo de jogar mais fisicamente, como faz o Alex na defesa. Bandejas e enterradas também tenho condições de fazer, contestado ou não. Essas coisas que os torcedores gostam de ver eu gosto de fazer”.

Jackson também atendeu a outros veículos, como o jornal Estado de Minas (Foto: Matheus Muratori/Basquete Todo Dia)
Jackson também atendeu a outros veículos, como o jornal Estado de Minas (Foto: Matheus Muratori/Basquete Todo Dia)

O jogador revelou que já teve conversas com o técnico Leo Costa sobre posicionamento e função na equipe. A tendência é de que Jackson possa dar apoio na armação, hoje comandada pelo armador Davi Rosseto.

“Sou um ala-armador, mas talvez eu seja recuado para fazer a armação, na posição um. O técnico conversou comigo e pediu para eu ser agressivo, que aqui é assim, tem que ir para a cesta se possível e garantir o possível, e também passar quando um companheiros estiver livre”.

Jackson explicou que, fisicamente, está apto para jogar, mas depende de questões documentais para entrar em quadra. O Minas está otimista e crê que ele pode estrear neste sábado, às 12h50, diante do Franca, na Arena Minas Tênis Clube, em BH, pela fase classificatória do NBB. Os minas-tenistas estão na oitava posição do torneio, com quatro vitórias e três derrotas, enquanto os francanos lideram, com sete triunfos e um revés.

“Fisicamente estou bem. A questão mais difícil era de fuso horário, mas está tudo bem. Estou para treinar e pronto para nosso próximo jogo, esperando apenas as questões de documentação”.

Por fim, Jackson comentou a respeito do clube e de como sentiu a torcida. Ele foi só elogios. “Estou me sentindo ótimo aqui. A estrutura daqui é de nível mundial, desde a academia até a preparação física, tudo é maravilhoso. Não tivemos a maior torcida, mas deu para ver que nos bons momentos ela fica eletrizada, fazem muito barulho quando acertam bolas de três, enterradas, tocos, essas coisas. Posso apenas imaginar quando estiver mais cheio a arena”.

Jackson acompanhou a vitória minas-tenista sobre o Bauru das arquibancadas (Foto: Matheus Muratori/Basquete Todo Dia)
Jackson acompanhou a vitória minas-tenista sobre o Bauru das arquibancadas (Foto: Matheus Muratori/Basquete Todo Dia)

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *