Petrovic comenta cenário do basquete nacional e confia em geração pós Tóquio-2020

Petrovic comanda a Seleção Brasileira desde outubro de 2017 (Divulgação/Fiba)
Petrovic comanda a Seleção Brasileira desde outubro de 2017 (Divulgação/Fiba)

O técnico da Seleção Brasileira, o Aleksandar Petrovic, esteve em Belo Horizonte nesse sábado para acompanhar o duelo entre Minas e Franca, na Arena Minas Tênis Clube, pelo NBB. O Basquete Todo Dia aproveitou a situação e conversou com o treinador croata. O comandante falou sobre o basquete nacional, Seleção Brasileira, Pré-Olímpico Mundial e outros assuntos.

CLIQUE AQUI PARA ASSINAR O DAZN E ASSISTIR AOS JOGOS DO NBB, DA EUROLIGA E DA CHAMPIONS LEAGUE DAS AMÉRICAS

Essa foi a segunda partida dessa temporada que Petrovic assistiu in loco. Na última quarta-feira, ele também acompanhou o duelo entre Corinthians e Paulistano, em São Paulo, pelo NBB. O treinador, que reside na Croácia, mas que também tem casa em Campinas, no interior paulista, disse que consegue assistir aos jogos mesmo de longe.

“Eu, onde moro na Croácia, posso seguir todos os jogos. Tem em Twitter, Facebook, vejo todos os jogos que me interesso. Então, tenho ciência do basquete brasileiro. Este NBB está divertido, e tem várias equipes que podem lutar por coisas grandes na temporada, por outros títulos também”, disse, ao Basquete Todo Dia.

O técnico também traçou diferenças entre o jogo de clubes no Brasil e um duelo entre seleções. “Jogo de seleção é mais ordenado, mais forte, mais defensivo, parte pela defesa. No NBB, uma competição muito atrativa, se parte muito ao ataque, há uma grande diferença. Mas todos os jogadores que convocamos aceitam isso na Seleção Brasileira”.

Na quarta-feira, às 10h, a Federação Internacional de Basquete (Fiba) sorteará os quatro grupos do Pré-Olímpico Mundial. O Brasil está no pote B e não poderá enfrentar Itália, República Tcheca e Polônia. Petrovic disse que não gostaria de jogar em Belgrado, na Sérvia, e que ainda não pensa em rivais.

“Por fórmula geográfica também não podemos entrar no grupo do Canadá. Entre as três sedes restantes, todas da Europa, não queria Sérvia, mas falar de possíveis nomes rivais é inoportuno, são muitos times bons. Por isso, temos que nos preparar muito, aproveitar a chance. Imagino que o Philadelphia 76ers não vai à final da NBA, então podemos ter o Raulzinho, que foi desfalque no Mundial, para se preparar e estar conosco. E é brigar, brigar por Tóquio-2020. Eu acredito”.

Sobre nomes, Petrovic disse que a ideia é manter a base que terminou o Mundial deste ano em 13º. Apesar disso, ele deve rodar a equipe e dar oportunidade aos mais jovens até o Pré-Olímpico. O Brasil entra em quadra novamente em 21 de fevereiro, diante do Uruguai, pela primeira rodada do Grupo B das eliminatórias para a Copa América de 2021.

“Tem muitos nomes que podemos testar antes do Pré-Olímpico Mundial. Falando somente de armadores, nossa melhor posição ao meu ver, temos vários jogadores com dois em quadra. Temos Huertas, Raulzinho, Yago, Rafa Luz, Georginho, Alexey, Arthur Pecos, temos muitos. Por isso, no futuro acredito que eu possa usar dois ao mesmo tempo, mas boa parte da equipe para o Pré-Olímpico está certa e deve ser semelhante à do Mundial”.

E para o próximo ciclo olímpico, depois de Tóquio-2020? Petrovic analisou a geração brasileira e confia nos novos talentos do Brasil.

“Os três jogadores que mais jogaram minutos nas eliminatórias do Mundial foram Didi, Yago e Bruno Caboclo. Eu os preparo também para a Copa América que se aproxima, e estou contente. Tinha um pensamento aqui que havia somente de veteranos, e esses quando jogaram foram muito bem. Mas precisa de uma coluna vertebral para o próximo ciclo, temos três, quatro jogadores que estão, como Vitor Benite, Rafa Luz, Augusto Lima, e uns jovens, muito bem. Em Franca, tivemos os cortes de Rafael Hettsheimer e Lucas Dias, que tem que dizer em quadra que eu estava errado em cortar eles para o Mundial. Temos estrutura para suportar essa próxima etapa”.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *