Na prorrogação, Minas vence o São José em casa e continua na cola do G4 do NBB

Leandrinho, do Minas, anotou 22 pontos e 11 assistências (Foto: Orlando Bento/Minas)
Leandrinho, do Minas, anotou 22 pontos e 11 assistências (Foto: Orlando Bento/Minas)

Com direito a prorrogação, o Minas venceu o São José por 124 a 119 na noite desta quinta-feira, na Arena Minas Tênis Clube, em Belo Horizonte, pela 17ª semana da fase classificatória do NBB. Com o triunfo, os minas-tenistas se reabilitam da última derrota sofrida (contra o Paulistano, em 13 de fevereiro) e seguem na cola do G4 da liga nacional. O cestinha da partida foi o ala joseense Nehemias Morillo, com 31 pontos.

Esta foi a 15ª vitória do Minas neste NBB, em 23 oportunidades. Entretanto, a equipe permanece em quinto lugar, em busca do G4 (o Mogi é o quarto, com 15 triunfos em 22 jogos). O São José sofreu a 18ª derrota no campeonato, também em 23 partidas. Os joseenses, porém, permanecem na 14ª posição na tabela.

O próximo confronto do Minas será diante do Franca, na quinta-feira, às 20h10, contra o vice-líder Franca, no Pedrocão, em Franca, pelo NBB. Já o São José retorna na terça-feira, às 20h, quando recebe o Botafogo, no Linneu de Moura, em São José, também pela liga nacional.

O jogo

A partida em BH começou equilibrada, com erros defensivos dos dois lados. Porém, com apenas 4 minutos de jogo, o Minas impôs uma corrida de sete a zero e fez os visitantes pedirem tempo com 16 a sete no marcador. A parada foi boa para os joseenses, que tiveram o ala dominicano Nehemias Morillo como destaque a partir de então, com três cestas de três pontos seguidas, e obrigou os minas-tenistas a pedirem tempo faltando pouco menos de quatro minutos para o fim do quarto, com 19 a 16 para os mandantes. Depois disso, o técnico Leo Costa conseguiu reajustar os minas-tenistas e venceu o primeiro quarto por 30 a 21.

O jogo recomeçou com as equipes trocando cestas. Com pouco menos de dois minutos de segundo quarto, o pivô Shilton, do Minas, lesionou a coxa esquerda e deixou a quadra em definitivo. A defesa do São José continuou pecando na marcação. Porém, com dois minutos faltando para o fim do período, os joseenses aproveitaram de uma dificuldade dos mineiros na armação de jogadas e cortaram a vantagem minas-tenista para cinco pontos, com o placar em 46 a 41, forçando Leo Costa a pedir tempo técnico. Apesar disso, o placar ao intervalo foi de 50 a 46.

A partida voltou equilibrada do intervalo. Depois de três minutos de trocas de cestas, o ala-armador minas-tenista Leandrinho esquentou na partida e começou a pontuar, ajudando os mandantes a abrirem vantagem novamente, agora de 17 pontos. Os mandantes foram ao último período vencendo por 81 a 63.

Nos dez minutos finais, o São José voltou bem e cortava a vantagem, que chegou a ser de 18 pontos. Os visitantes contaram com atuação primorosa do armador argentino Diego Figueredo para tirar ainda mais a vantagem dos mandantes. Os mineiros ainda erraram algumas saídas de bola e viram o time visitante conseguir empatar o marcador (cortando 12 pontos de vantagem em dois minutos) em 107 a 107, com uma bandeja do base estrangeiro, e levar a partida para a prorrogação.

Nos cinco minutos de prorrogação, o equilíbrio se manteve. Porém, o Minas conseguiu distribuir bem as jogadas e atuar efetivamente na defesa, ao contrário do fim do último período, e concretizou a vitória, por 124 a 119.

MINAS 124 X 119 SÃO JOSÉ

Minas

Leandrinho, Gui Deodato, Alex Garcia, Tyrone Curnell e Devon Scott; Brent Jackson Jr., Leron Black, Alexei Patrício, Shilton, Gui Carvalho e Felipe Queirós

Técnico: Leo Costa

Desfalque: Davi Rossetto (fratura no nariz)

São José

Diego Figueredo, Duda Machado, Nehemias Morillo, Rafael e Lupa; Guido Mariani, Matheus Eugeniusz, Angustin Ambrosino, Sérgio Conceição, Leonardo Eltnik, Pedro e Jean Lucas

Técnico: Paulo César Martins

Destaques do jogo

Minas

Tyrone Curnell: 26 pontos, 6 rebotes e 4 assistências

Leandrinho: 22 pontos, 7 rebotes e 11 assistências

Devon Scott: 22 pontos, 5 rebotes e 6 assistências

São José

Nehemias Morillo: 31 pontos, 5 rebotes e 7 assistências

Diego Figueredo: 26 pontos, 1 rebote e 6 assistências

Lupa: 23 pontos, 3 rebotes e 2 assistências

Motivo: 17ª semana da fase classificatória do NBB

Local: Arena Minas Tênis Clube, em Belo Horizonte (MG)

Público presente: 884 torcedores

Transmissão: DAZN (streaming por assinatura)

Árbitro: Fabiano Huber (Internacional-GO)

Primeiro fiscal: Diego Chiconato (Internacional-PR)

Segundo fiscal: Rodrigo Rodrigues de Moraes (Nacional-SP)

Operador do instant replay: Rodrigo Alves Nogueira

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *