Brent Jackson Jr. comenta adaptação no Minas e evolução durante a temporada

Jackson Jr. passou cinco vezes dos dez pontos em uma partida com a camisa do Minas (Foto: Orlando Bento/Minas)
Jackson Jr. passou cinco vezes dos dez pontos em uma partida com a camisa do Minas (Foto: Orlando Bento/Minas)

O ala-armador estadunidense Brent Jackson Jr. foi o penúltimo reforço do Minas para a temporada 2019/2020. Contratado depois do início do NBB, o jogador atuou em 21 das 28 partidas da equipe nesta temporada e começou a se destacar a partir de seu oitavo jogo, quando anotou 13 pontos na vitória sobre o Brasília, em casa, por 90 a 60, pela 11ª semana da fase classificatória da liga nacional. Ao Basquete Todo Dia, ele comentou a adaptação ao clube e creditou a evolução à continuidade dada pelo técnico Leo Costa.

CLIQUE AQUI PARA ASSINAR O DAZN E ASSISTIR AOS JOGOS DO NBB, DA EUROLIGA E DA CHAMPIONS LEAGUE AMÉRICAS

“Sinto que tudo tem ido muito bem desde que cheguei aqui, no Minas. Eu estava com uma pequena lesão inesperada no início, no joelho esquerdo, estava me afetando. Mas quando os companheiros mostram a mesma química, eu fui entendo o objetivo do time, o tamanho do clube, do projeto, e comecei a ganhar minutos e ajudar a equipe. Aí a confiança vem, a gente é colocado na rotação, e tudo começou a caminhar bem. Do lado de fora, tudo sempre muito bem, ótima cidade, boa comida, não parece que estou longe de casa”, disse.

Apesar do estilo de jogo mais “chutador”, Jackson Jr. chegou a atuar como armador principal, como substituto de Davi Rossetto. O camisa 8, que normalmente é acionado do banco de reservas, tem médias de 5,9 pontos, 1,3 rebote e 12,4 minutos por jogo nesta temporada. O ala-armador de 26 anos deixou claro que pode ser mais efetivo com o sistema de catch and shoot para três pontos, mas lembra que a equipe tem outras peças importantes, como o ala-armador Leandrinho e o ala Alex Garcia.

“Demorei um pouco para encaixar, normal, mas quando se tem mais minutos e continuidade dá para mostrar mais. Começa com jogos com 15 pontos, boa porcentagem de chute, o time e o Leo (Costa) também entendendo meu estilo de jogo. Tenho me saindo bem no estilo de catch and shoot, temos bons passadores em todas as posições e bons chutadores de três pontos, e pick and rolls e bloqueios têm saído bem. Mas faço até o armador principal, sem problema com isso, é tudo como o time precisa. Nenhum problema em passar e deixar jogadores como Alex e Leandrinho liderarem. Tentaremos melhorar isso cada vez mais, e quando os playoffs chegarem é estar bem fisicamente, mentalmente e taticamente”.

O Minas de Jackson Jr. é o quarto do NBB, com 17 vitórias e nove derrotas. Na Copa Super 8, o time foi eliminado nas semifinais. A temporada está momentaneamente suspensa por conta do avanço do coronavírus no Brasil.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *