Pré-Olímpico de basquete acompanha Olimpíada e é adiado para 2021; veja novas datas

Brasil, de Anderson Varejão e Alex Garcia, segue com chances de chegar à Olimpíada de Tóquio (Foto: Divulgação/Fiba)
Brasil, de Anderson Varejão e Alex Garcia, segue com chances de chegar à Olimpíada de Tóquio (Foto: Divulgação/Fiba)

A Federação Internacional de Basquete (FIBA) divulgou nesta quinta-feira as novas datas para a disputa dos quatro grupos do Pré-Olímpico Masculino, que foi adiado para 2021 assim como a Olimpíada de Tóquio devido à pandemia do novo coronavírus. A nova janela de disputas será de 22 de junho a 4 de julho do próximo ano, sem alteração de sedes, a princípio. Já as competições do 3×3 ainda não tiveram atualização.

A Seleção Brasileira Masculina está no grupo do Pré-Olímpico com sede em Split, na Croácia. Além dos croatas, o Brasil está no grupo ao lado da Tunísia. Na outra mini-chave estão Alemanha, México e Rússia. Os dois melhores de cada mini-chave avançam para as semifinais. O campeão de cada grupo conquista uma vaga na Olimpíada de Tóquio.

A Fiba também divulgou alteração em outras competições internacionais. Veja, abaixo, as novas datas:

2021

Feminino

Eurobasket – 17 a 27 de junho
AmeriCup – 20 a 27 de junho
Jogos Olímpicos -23 de julho a 8 de agosto
Afrobasket – 17 a 26 de setembro
AsiaCup – 26 de setembro a 3 de outubro

Masculino

Pré-Olímpicos – 22 de junho a 4 de julho
Jogos Olímpicos – 23 de julho a 8 de agosto
AsiaCup – 17 a 29 de agosto
AfroBasket – 24 de agosto a 5 de setembro

2022

Feminino

Copa do Mundo -22 de setembro a 1º de outubro

Masculino

Eurobasket – 1º a 18 de setembro
AmeriCup – 2 a 11 de setembro

Veja as janelas das Eliminatórias da Copa do Mundo 2023 masculina

1ª janela – 22 a 30 de novembro 2021
2ª janela – 21 de fev a 1º março de 2022
3ª janela – 27 de jun a 5 de julho de 2022
4ª janela – 22 a 30 de agosto de 2022
5ª janela – 7 a 15 de novembro de 2022
6ª janela – 20 a 28 de fevereiro de 2023

A Copa do Mundo seguirá no próximo ciclo olímpico como a principal chance de classificação olímpica, distribuindo sete vagas para o torneio. A França, país sede de 2024, tem o outro posto. As outras quatro vagas para a Olimpíada após Tóquio serão decididas pelos Pré-Olímpicos Mundiais. Via Copa do Mundo, serão duas vagas para as Américas, duas para a Europa, uma para África, outra para Ásia e uma para a Oceania.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *