Círculo Militar se prepara para volta ao basquete profissional masculino

Equipe montada pelo Círculo Militar Basketball (Foto: Divulgação/Círculo Militar)
Equipe montada pelo Círculo Militar Basketball (Foto: Divulgação/Círculo Militar)

Minas Gerais pode ganhar mais uma equipe profissional de basquete até o fim deste ano. Trata-se do Círculo Militar de Belo Horizonte, clube tradicional da capital mineira e com história na modalidade. Após parceria com o IBC Basketball, time amador da capital mineira, um grupo de 28 atletas foi montado a fim de entrar em competições vindouras, como Campeonato Mineiro de 2020 e Campeonato Brasileiro da Confederação Brasileira de Basquetebol (CBB) de 2021, divisão de acesso do NBB.

Para entender mais do projeto do Círculo Militar Basketball, o Basquete Todo Dia conversou com Márcio Trindade, gestor de basquete da equipe. A princípio, o dirigente contou sobre a ambição do plano.

“O objetivo da equipe adulta é se consolidar com relevância no cenário amador e figurar com bons resultados no Campeonato Mineiro adulto. Enquanto esse trabalho é desenvolvido, também está sendo trabalhado em paralelo a candidatura à Lei de Incentivo ao Esporte, visando tão logo a possível participação no Campeonato Brasileiro da CBB“, afirmou Márcio.

Em 25 de setembro de 2019, houve a fusão do Círculo Militar com o IBC Basketball. O clube, então, voltou a ter condições de montar uma equipe adulta (o Círculo foi uma reconhecida equipe do basquete mineiro e nacional nos anos 1970 e 1980). A partir de então, além do time adulto, também começaram projetos como o basquete 3×3 masculino, basquete feminino, escolinhas e peladas.

“Ao perceber que seria possível ir mais longe com a estrutura do Círculo Militar, eu, como um dos fundadores do IBC, criado em 2012, e a diretoria do clube, decidimos em comum acordo incorporar o projeto, e o nome IBC Basketball foi substituído por Círculo Militar Basketball. As atividades existentes foram mantidas e os primeiros passos já foram dados, como a inauguração da escolinha e a abertura de núcleos de basquete em comunidades”, contou Márcio.

Equipe do Círculo Militar em 1976 (Foto: Divulgação/Círculo Militar)
Equipe do Círculo Militar em 1976 (Foto: Divulgação/Círculo Militar)

O clube agora aguarda uma perspectiva após a pandemia do novo coronavírus, que paralisou o esporte e todo o mundo, para dar sequência ao projeto. O grupo de jogadores contratados conta com principalmente com atletas jovens, que podem participar também das competições de base. O Círculo seria o terceiro time profissional masculino do estado: Minas Tênis Clube e Praia Clube também representam Minas Gerais, no NBB e no Brasileiro da CBB, respectivamente.

Veja a lista de atletas do Círculo Militar Basketball:

André Davis
Arthur Gelais
Arthur Biscotto
Breno Teixeira
Carlos Henrique Sampaio
Daniel Gomes
David Brito
Diogo Couto
Fernando Garbin
Gabriel Rhein
Gustavo Abritta
Gustavo Marques
Gustavo Côrtes
Henrique Rivetti
Ighor Albuquerque
Ivan Manhani
Leandro Lima
Leonardo Dare
Lucas Oliva
Lucas Palhares
Mário Cézar Dias
Moisés Barbosa
Pedro Prado
Samuel Evangelista
Tadeu Ferreira
Thiago Rohlfs
Victor Nébias
Wanderson Camargos

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *