Após passagem pelo México, David Jackson reforçará o Minas no NBB e na Liga Sul-Americana

David Jackson foi eleito o melhor estrangeiro do último NBB pelo Franca (Foto: Marcos Limonti/Franca)
David Jackson foi eleito o melhor estrangeiro do último NBB pelo Franca (Foto: Marcos Limonti/Franca)

O Minas anunciou nessa segunda-feira (17) a contratação do experiente ala-armador estadunidense David Jackson, de 38 anos. O jogador assinou com o clube até o fim da temporada 2020/2021, mas estará à disposição somente em meados de dezembro.

CLIQUE AQUI PARA ASSINAR O DAZN

David Jackson, eleito o melhor estrangeiro da temporada 2019/2020 do NBB quando defendeu o Franca, assinou com o Fuerza Regia, do México, em junho deste ano. Ele disputará o Campeonato Mexicano, entre 10 de setembro e 7 de dezembro, até chegar em BH. Com isso, “DJ” perderá boa parte do primeiro turno do NBB e, caso ocorra, o Campeonato Mineiro.

Além do NBB, que tem início previsto para meados de novembro, o Minas também disputará a Liga Sul-Americana na temporada que se aproxima. O torneio de segundo nível continental acontecerá em 2021, o que possibilita a participação de DJ em toda competição. O estrangeiro também estará disponível caso os minas-tenistas disputem a Copa Super 8, entre os oito melhores do primeiro turno do NBB.

David Jackson fez a maior parte da carreira na América Latina, e tem experiências no Brasil desde 2011. A primeira temporada como profissional foi pelo Defensor (2007/08). Depois, DJ jogou na Argentina por Peñarol (2008/09) e La Uníon (de 2009 a 2011), Gimnasia Indalo e Quimsa nas temporadas 2012/13 e 2015/16, respectivamente. No Brasil, Jackson jogou em quatro equipes e disputou sete NBBs: Flamengo (2011/12); Limeira (2013 a 2015), Vasco (2016 a 2018) e Franca (2018 a 2020). O jogador também teve uma passagem por Porto Rico, onde atuou por Caciques de Humacao e Cangrejeros de Saturce.

O Minas já tem outros atletas confirmados para a próxima temporada. São eles: Luciano Parodi e Davi Rossetto (armadores), Gui Carvalho (ala-armador), David Nesbitt e Felipe Queirós (ala-pivôs) e JP Batista (pivô). Desses, somente Davi e Queirós, que tiveram os contratos renovados, e Gui Carvalho, atleta “prata da casa”, são remanescentes da temporada 2019/2020. O comando também é o mesmo do último ano, com Leo Costa como treinador.

O clube da Rua da Bahia também negocia a renovação do ala-armador Leandrinho, minas-tenista desde 2018, e a contratação do ala Rafa Moreira, ex-Brasília.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *