Na prorrogação, Minas bate o Brasília pelo NBB com 30 pontos de JP Batista

Pivô do Minas, JP Batista foi o grande nome do jogo (Foto: Carlos Campina/Galera na Foto)
Pivô do Minas, JP Batista foi o grande nome do jogo (Foto: Carlos Campina/Galera na Foto)

Em partida equilibrada e com viradas no placar em momentos distintos, com direito a prorrogação, o Minas venceu o Brasília por 105 a 100 na noite desta quarta-feira (2), no Ginásio da ASCEB, no Distrito Federal, pela quarta semana da fase classificatória do NBB. O cestinha da partida foi o pivô JP Batista, do Minas, com 30 pontos.

CLIQUE AQUI PARA ASSINAR O DAZN

Essa foi a quinta vitória do Minas no NBB, em seis jogos. A equipe permanece na quarta posição na tabela. Já o Brasília sofreu o quinto revés também em seis oportunidades e segue na 15ª posição e vice-lanterna do campeonato.

O Minas volta às quadras na sexta-feira (4), às 14h30. O time enfrenta o Caxias do Sul, também pela quarta semana do NBB, no Ginásio da ASCEB. O próximo compromisso do Brasília é no mesmo dia e no mesmo local, mas às 17h30. A equipe duela com a Unifacisa, pelo NBB.

O jogo

O Brasília não olhou para a tabela e foi para cima do Minas logo nos primeiros minutos. Com Eric Laster e Caio Torres somando 23 pontos, os brasilienses tomaram a dianteira no marcador após início com troca na liderança e levaram o primeiro quarto por 32 a 29. O Minas conseguiu virar a partida no segundo quarto, com impacto ofensivo causado por JP Batista e Luciano Parodi, e foi ao intervalo vencendo por 56 a 48.

Na volta do intervalo, um nome roubou a cena: Nezinho. O experiente armador, de 39 anos, foi o responsável por conduzir o time brasiliense a uma virada e, com 15 pontos, ajudou a equipe a ir ao quarto final em vantagem, com 71 a 68. O Minas conseguiu novamente se impor e chegou a virar a partida, mas o Brasília empatou a partida em 87 a 87. Os mineiros ainda tiveram uma última chance com Parodi, mas não concluíram, e a partida foi para prorrogação.

Nos dez minutos finais, a dupla minas-tenista JP Batista e Parodi atacou novamente, agora com Shaquille Johnson também ajudando. O trio marcou 16 dos 18 pontos do Minas na prorrogação, sacramentando a vitória por 105 a 100.

MINAS 105 X 100 BRASÍLIA

MINAS

Davi Rossetto, Shaquille Johnson, Rafa Moreira, David Nesbitt e JP Batista; Luciano Parodi, Gui Santos, Felipe Queirós e David Jackson
Técnico: Leo Costa

BRASÍLIA
Nezinho, Jefferson Campos, Eric Laster, Diego Conceição e Caio Torres; Pedrinho Rava, Danilo Monteiro e Marcelão
Técnico: Ricardo Oliveira
Desfalque: Gui Santos (recupera-se de cirurgia no joelho direito)

Destaques do jogo

Minas

JP Batista: 30 pontos, 9 rebotes e 2 assistências

Luciano Parodi: 25 pontos, 6 rebotes e 5 assistências

Shaquille Johnson: 13 pontos, 4 rebotes e 5 assistências

Brasília

Nezinho: 26 pontos, 1 rebote e 5 assistências

Caio Torres: 19 pontos e 12 rebotes

Eric Laster: 19 pontos e 5 rebotes

Motivo: quarta semana da fase classificatória do NBB

Local: Ginásio da ASCEB, em Brasília (DF)

Data e horário: quarta-feira, 2 de novembro de 2020, às 20h30

Transmissão: DAZN

Árbitro: Fernando Serpa Oliveira (Internacional-RS)

Primeiro fiscal: Fábio Kover (Internacional-SP)

Segundo fiscal: Achilles Alves de Oliveira (Nacional-DF)

Outros jogos desta quarta no NBB:

Cerrado 67 x 75 Unifacisa

Fortaleza Basquete Cearense 85 x 78 Caxias do Sul

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *