Com ida de James Harden ao Brooklyn Nets, NBA volta a contar com um ‘Big 3’

James Harden fez a 706ª e última partida pelo Houston Rockets na última terça-feira (12), na derrota por 117 a 100 para o Los Angeles Lakers (Foto: Reprodução/Twitter Houston Rockets)
James Harden fez a 706ª e última partida pelo Houston Rockets na última terça-feira (12), na derrota por 117 a 100 para o Los Angeles Lakers (Foto: Reprodução/Twitter Houston Rockets)

Na NBA, uma troca acertada nessa quarta-feira (14) envolvendo quatro equipes, sete jogadores e escolhas de Draft levou o ala-armador James Harden do Houston Rockets ao Brooklyn Nets. Com isso, o time terá um “Big 3” para chamar de seu, já que o melhor jogador da temporada 2017/2018 formará o trio com o armador Kyrie Irving e com o ala Kevin Durant.

CLIQUE AQUI PARA ASSINAR O DAZN

A NBA já foi marcada por esses trios em outras épocas, como no Miami Heat (de 2010 a 2014, com o ala-armador Dwyane Wade, o ala LeBron James e o ala-pivô Chris Bosh), no Boston Celtics (de 2007 a 2012, com o ala-armador Ray Allen, o ala Paul Pierce e o ala-pivô Kevin Garnett) e até no Chicago Bulls (de 1995 a 1998, com o ala-armador Michael Jordan, o ala Scottie Pippen e o ala-pivô Dennis Rodman). Mas, desde a última temporada, as duplas dão o tom em equipes como o atual campeão Los Angeles Lakers (com o ala LeBron James e o pivô Anthony Davis).

Com a ida para o Nets, Harden, de 31 anos, interrompeu a nona temporada seguida no Rockets, equipe onde conquistou o prêmio de melhor jogador do campeonato além de ter sido sete vezes All-NBA, oito vezes All-Star, três vezes cestinha da liga e uma vez líder de assistências. A missão é, junto das estrelas Irving e Durant, ambas já campeãs da NBA, levar a modesta franquia ao título.

Nessa quarta, o Nets já entrou em quadra, mas sem Harden e também com Irving desfalque (o armador está sendo investigado de participar de festas durante a pandemia do novo coronavírus, que matou 3.922 pessoas nos Estados Unidos nos registros dessa quarta). Apesar disso, Durant deu show, com 26 pontos, seis assistências e dois toques na vitória por 116 a 109 sobre o New York Knicks, no Madison Square Garden, em Nova York.

Veja, abaixo, os oito melhores de cada conferência da NBA na sexta semana de competição:

Conferência Oeste

1 – Los Angeles Lakers – 10V e 3D

2 – Los Angeles Clippers – 8V e 4D

3 – Utah Jazz – 7V e 4D

4 – Phoenix Suns – 7V e 4D

5 – Portland Trail Blazers – 7V e 4D

6 – Dallas Mavericks – 6V e 4D

7 – Golden State Warriors – 6V e 5D

8 – San Antonio Spurs – 6V e 5D

Conferência Leste

1 – Boston Celtics – 7V e 3D

2 – Milwaukee Bucks – 8V e 4D

3 – Philadelphia 76ers – 8V e 4D

4 – Indiana Pacers – 7V e 4D

5 – Orlando Magic – 6V e 5D

6 – Brooklyn Nets – 7V e 6D

7 – Charlotte Hornets – 6V e 6D

8 – Atlanta Hawks – 5V e 5D

One thought to “Com ida de James Harden ao Brooklyn Nets, NBA volta a contar com um ‘Big 3’”

  1. Para que os Nets, o primo pobre da Big Apple, “possa brigar com Lakers” e ser um postulante ao título, o Barba terá que perder 50 kg e esquecer um pouco os números individuais; Duran terá de provar que aguenta 80 jogos sem quebrar de novo (torço por ele) e o Irving, além de provar que aguenta os mesmos 80 jogos sem quebrar de novo (não torço por ele) terá de domar o ego e jogar para o time. Convenhamos, a associação desses três fatores é relativamente difícil, mas vamos acompanhar.

    Exercitando nossa imaginação, pergunto ao blogueiro: Se Danny Ainge tivesse privilegiado Irving na briga com Brad Stevens poderíamos ver esse trio (Irving, Durant e Harden) no Celtics?

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *