Dominante, Minas vence o Mogi e vai à semifinal da Copa Super 8

Shaq Johnson, do Minas, foi o cestinha da partida, com 18 pontos (Foto: João Pires/LNB)
Shaq Johnson, do Minas, foi o cestinha da partida, com 18 pontos (Foto: João Pires/LNB)

Com forte jogo coletivo e dominância do início ao fim, o Minas venceu o Mogi por 96 a 71 em jogo único pelas quartas de final da Copa Super 8, no Ginásio Antonio Prado Jr., em São Paulo. Os minas-tenistas, assim, avançam para a semifinal da copa, enquanto os mogianos dão adeus à competição.

CLIQUE AQUI PARA ASSINAR O DAZN

Com a vitória, o Minas enfrentará São Paulo ou Paulistano na semifinal do Super 8. A semi acontecerá na próxima terça-feira (19), às 17h, também no Antonio Prado Jr.

Já o Mogi volta às quadras somente em 27 de janeiro (quarta-feira), às 20h, pela 11ª semana da fase classificatória do NBB. A equipe mogiana duela com o São Paulo, no Ginásio Poliesportivo Henrique Villaboim, em São Paulo.

A Copa Super 8 reúne os oito melhores do primeiro turno do NBB e será disputada com sede no Ginásio Antonio Prado Jr., em São Paulo. O torneio dá ao campeão uma vaga no principal campeonato interclubes da América Latina, a Champions League Americas, da próxima temporada. A final do Super 8 está marcada para 23 de janeiro e, enquanto isso, o NBB não terá partidas.

O jogo

O Minas começou a partida com defesa forte e artilharia pesada. Com dois minutos no relógio, a equipe abriu 19 a 9, forçando o Mogi a pedir tempo técnico. Apesar da pausa, os minas-tenistas seguiram com ritmo intenso e fecharam o período à frente, com 29 a 16 no placar.

As equipes voltaram para o segundo quarto, mas o ritmo permaneceu semelhante. O Minas pediu tempo com 40 a 28 de vantagem no marcador, faltando 5 minutos para jogar, e deslanchou mais a partir de então. Com muito coletividade, a equipe minas-tenista conseguiu ir ao intervalo vencendo por 60 a 40.

Apesar da larga vantagem, o Minas voltou para a partida com ritmo semelhante e sem descanso. O bom momento mineiro fez com que, faltando 6 minutos para o fim do terceiro quarto, com 69 a 45 no placar, o técnico mogiano Guerrinha pedisse tempo técnico. A pausa novamente não surtiu efeito, e os minas-tenistas continuaram castigando a equipe do interior paulista. O Minas foi ao quarto final vencendo por 82 a 54.

Nos dez minutos finais, no quarto período, o Minas somente administrou a vantagem e rodou o elenco, com mais minutos para jogadores com mais tempo no banco de reservas. Os minas-tenistas concretizaram a vitória por 96 a 71.

MINAS 96 X 71 MOGI

MINAS

Luciano Parodi, Shaquille Johnson Sr., David Jackson, David Nesbitt e JP Batista; Felipe Queirós, Gui Santos, Davi Rossetto, Rafa Moreira, Ronald Rudson, Tiago Dias e Augusto Alcassa
Técnico: Leo Costa

MOGI

Fúlvio, Dominique Coleman, Fabricio Russo, Wesley Castro e Douglas Kurtz; Guilherme Lessa, Cassiano Bueno, Mogi, Gruber, Douglas Santos e Felipe Cardoso
Técnico: Guerrinha

Destaques do jogo

Minas

JP Batista: 15 pontos, 7 rebotes e 3 assistências

Shaquille Johnson Sr.: 18 pontos, 3 rebotes e 2 assistências

Luciano Parodi: 10 pontos, 2 rebotes e 6 assistências

Mogi

Wesley Castro: 14 pontos, 5 rebotes e 3 assistências

Dominique Coleman: 13 pontos, 1 rebote e 2 assistências

Guilherme Lessa: 13 pontos e 1 assistência

Local: Ginásio Antonio Prado Jr., em São Paulo (SP) – portões fechados

Data e horário: sexta-feira, 15 de janeiro de 2021, às 16h (de Brasília)

Transmissão: DAZN e canal do Minas Tênis Clube no YouTube

Árbitro: Fernando Serpa Oliveira (Internacional-RS)

Primeiro fiscal: Marcos Antônio de Matos Ferreira (Internacional-SP)

Segundo fiscal: Maria Cláudia Comodaro Moraes (Internacional-MG)

Outros jogos do Super 8 nesta sexta-feira:

19h – São Paulo x Paulistano

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *