Basquete: Seleção Brasileira ‘implode’ após declarações do técnico Aleksandar Petrovic

Brasil ganhou todos os jogos do Pré-Olímpico até chegar à final (Foto: Divulgação/Fiba)
Brasil ganhou todos os jogos do Pré-Olímpico até chegar à final (Foto: Divulgação/Fiba)

Dias depois de perder o Torneio Pré-Olímpico com a Seleção Brasileira (após derrota para a Alemanha por 75 a 64 na final, no último domingo (5), o que inviabilizou a presença da equipe nos Jogos Olímpicos de Tóquio), o técnico Aleksandar Petrovic foi às redes sociais nesta sexta-feira (9) e disparou contra atletas que pediram dispensa da convocação para a disputa da competição. No caso, o croata, que comanda a seleção desde outubro de 2017, chegou a citar os nomes do armador Raulzinho, do Washington Wizards-EUA, e do ala-armador Didi Louzada, do New Orleans Pelicans-EUA, dizendo que ambos poderiam ajudar na partida decisiva contra os alemães.

CLIQUE AQUI PARA ASSINAR O DAZN

“Analisando o Torneio Pré-Olímpico em Split, cheguei a três conclusões: 1: falta de outro chutador próximo ao Vítor (Didi Louzada) 2: falta de jogador que pode continuamente romper 1:1 (Neto) 3: alto ala que evitaria 12 pontos de Benzing (2,10 cm)”, tuitou o técnico da seleção.

A reação foi rápida por parte de um dos jogadores citados. Didi foi às redes e, de forma mais comedida, explicou-se em uma resposta a um tuíte que o cobrava pela dispensa: “Não tirei nenhum dia de folga e nem vou tirar. Até porque estou em busca de melhorar meu jogo e aprimorar mais as minhas técnicas”.

Didi e Raulzinho constaram na lista de pré-convocados, divulgada em maio, que tinha 25 atletas (somente 12 iam para o Pré-Olímpico). Em 1º de junho, a relação foi reduzida a 16 nomes e as dispensas começaram: além de Didi e Raulzinho, o ala-armador Gui Santos, do Minas, e o ala Marquinhos, à época no Flamengo e hoje no São Paulo, solicitaram dispensa por motivos próprios, sem constar como lesionados.

Outro jogador pré-convocado, mas este cortado por conta de lesão no joelho esquerdo, o pivô Augusto Lima, do Murcia-ESP, também repercutiu a posição do treinador. “Só acho que, independente de ganhar ou perder, não tem que colocar a culpa nos outros e olhar os erros, só isso”.

Um dos convocados e que disputaram o Pré-Olímpico, o armador Georginho de Paula, do São Paulo, repercutiu de forma indireta. Ele publicou se limitou a publicar um meme no Twitter, o que provocou risadas dos usuários.

Petrovic tem contrato como técnico da Seleção Brasileira e seu futuro no posto é incerto. Após as publicações desta sexta, o treinador pode enfrentar um clima não muito agradável com os jogadores em uma possível sequência do trabalho. Além do croata, um nome cotado para treinar a equipe a partir de Tóquio-2021 é o de Gustavo De Conti, do Flamengo. Augusto Lima, inclusive, endossou o nome do flamenguista nesta sexta nas redes: “Vem Gustavinho?”.

One thought to “Basquete: Seleção Brasileira ‘implode’ após declarações do técnico Aleksandar Petrovic”

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *