Tóquio: semifinais do basquete são definidas com Luka Doncic já na história

Mesmo jovem, Doncic é o líder da Eslovênia e, até então, é o principal jogador dos Jogos Olímpicos (Foto: Divulgação/FIBA)
Mesmo jovem, Doncic é o líder da Eslovênia e, até então, é o principal jogador dos Jogos Olímpicos (Foto: Divulgação/FIBA)

O basquete masculino chegou à fase de semifinais da Olimpíada de Tóquio com as equipes – em certo nível – esperadas. Eslovênia x França e Estados Unidos x Austrália são os duelos que definirão a briga pelas medalhas.

CLIQUE AQUI PARA ASSINAR O DAZN

A principal surpresa pode ser considerada a Eslovênia, liderada pelo jovem armador Luka Doncic, de 22 anos. A já também estrela do Dallas Mavericks na NBA ainda não perdeu em partidas competitivas com sua seleção (17 vitórias e zero derrotas – em EuroBasket, Pré-Olímpico e Olimpíada) e não tomou conhecimento de equipes mais tradicionais na caminhada olímpica.

Doncic foi o nome da Eslovênia no Pré-Olímpico de Kaunas, na Lituânia, vencido em cima dos donos da casa – com direito a triplo-duplo do astro na decisão contra os lituanos. Com isso, a Eslovênia – campeã europeia em 2017 com Luka como coadjuvante e ainda jogador do Real Madrid – foi para sua primeira disputa olímpica como candidata a medalha, mas tem sobrado nos confrontos.

Na estreia, pelo Grupo C, os eslovenos venceram a Argentina por 118 a 100. Depois, bateram o Japão por 116 a 81 e, no jogo que definia o líder da chave, venceram a Espanha por 95 a 87. Nas quartas de final, disputadas entre a noite dessa segunda-feira e a madrugada desta terça-feira, foi a hora da Alemanha (que se classificou para os Jogos Olímpicos de Tóquio ao vencer o Brasil na decisão do Pré-Olímpico de Split) sofrer na mão de Luka, com derrota de 94 a 70.

A Eslovênia agora desafia outra potência e equipe tradicional, a também invicta França. Os franceses se classificaram como lideres do Grupo A e estrearam com vitória sobre os Estados Unidos, por 83 a 76. Depois, a República Tcheca perdeu por 97 a 77, e o Irã foi batido na sequência, por 79 a 62. Nas quartas de final, o time do pivô Rudy Gobert sofreu, mas conseguiu vencer a Itália por 84 a 75.

Do outro lado da chave, os Estados Unidos tentam se provar contra a Austrália para chegar à final. Os estadunidenses sofreram a derrota na estreia, mas depois bateram Irã (120 a 66), República Tcheca (119 a 84) e Espanha (95 a 81, essa já nas quartas de final) sem grandes dificuldades. Os australianos, também invictos nos Jogos Olímpicos, venceram os Estados Unidos em dois dos últimos três jogos (entre 2019 e 2021).

Veja, abaixo, a data e o horário dos duelos semifinais do basquete masculino em Tóquio:

05/08/2021 (quinta-feira), às 1h15: Estados Unidos x Austrália

05/08/2021 (quinta-feira), às 8h: França x Eslovênia

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *