Ginástico ganha selo de certificação da CBB por trabalho com crianças e adolescentes

Clube, de 75 anos de história, é oportunidade para muitos jovens de baixa renda (Foto: Divulgação/Ginástico)
Clube, de 75 anos de história, é oportunidade para muitos jovens de baixa renda (Foto: Divulgação/Ginástico)

Um dos clubes de basquete mais tradicionais de Belo Horizonte, Minas Gerais e, por que não, do Brasil, o Ginástico teve nessa sexta-feira (3) o reconhecimento oficial da Confederação Brasileira de Basquetebol (CBB) por conta do trabalho de apoio aos jovens. Os ginastinos receberam o selo CBB Cuida por conta do projeto de formação de atletas dos dez aos 17 anos de idade.

CLIQUE AQUI PARA ASSINAR O DAZN

O clube poliesportivo, com histórico formador – o pivô Gerson Victalino, o Gersão, atleta dos anos 1970, 80 e 90 e que mais vezes vestiu a camisa da Seleção Brasileira, foi revelado pelo Ginástico -, utiliza do contraturno escolar para atender crianças e adolescentes. O clube não conta com equipe profissional masculina ou feminina atualmente, e esses jovens normalmente deixam a equipe com o passar do tempo para seguir a carreira.

Criado em 2020, o CBB Cuida é um projeto social da CBB que visa ajudar financeiramente as instituições. Para além do reconhecimento, as entidades podem contar com mais uma ferramenta moderna para captar recursos e potencializar os benefícios do seu trabalho.

O Ginástico já buscava doações para seguir com o projeto de formação de atletas e, mais do que isso, cidadãos (por meio do link https://ginastico.centavosrealizam.com/ é possível ajudar).

O Ginástico, situado no Bairro Cruzeiro, Região Centro-Sul de BH, é o primeiro clube de Minas a receber o selo. O estado conta com outros clubes formadores no basquete, como Minas e Olympico, da capital, e Praia, de Uberlândia, cidade do Triângulo Mineiro.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *