Brasileiro da CBB cumpre papel de ‘divisão de acesso’ ao NBB em 1º teste oficial

União Corinthians foi campeão do Brasileiro da CBB deste ano ao vencer o Flamengo-Blumenau na final (Foto: Emanuel Kulka/Brand/CBB)
União Corinthians foi campeão do Brasileiro da CBB deste ano ao vencer o Flamengo-Blumenau na final (Foto: Emanuel Kulka/Brand/CBB)

A Liga Nacional de Basquete (LNB) confirmou na última sexta-feira (3) quais equipes vão participar da temporada 2021/2022 do Novo Basquete Brasil (NBB). Entre os times, há duas novidades em relação à última disputa: o Rio Claro, do município de mesmo nome em São Paulo; e o União Corinthians, da cidade de Santa Cruz do Sul, no Rio Grande do Sul.

CLIQUE AQUI PARA ASSINAR O DAZN

O clube gaúcho chama mais atenção pelo fato de ter sido campeão do Campeonato Brasileiro da Confederação Brasileira de Basquetebol (CBB) deste ano. O torneio, uma espécie de segunda divisão do basquete masculino nacional já que o NBB é a competição de elite, foi testado pela primeira vez como divisão de acesso ao campeonato da LNB e cumpriu seu papel.

Para uma equipe disputar o NBB, não é necessário vencer o Brasileiro da CBB. O principal exemplo é o Rio Claro, que não chegou nem a disputar o torneio da CBB deste ano e retorna ao NBB após uma temporada fora da competição para acertar as finanças.

Para um time disputar o NBB, basta adquirir uma franquia, apresentar comprovantes fiscais e pagar as demais taxas. Contudo, o chamado “Brasileirão” é tido como divisão de acesso pois coloca uma equipe (a campeã, geralmente) com status de postulante ao próximo NBB.

A vaga, evidentemente, não é garantida, já que o clube precisa de todas as comprovações citadas para se inscrever no próximo NBB. Neste caso, o mérito fica todo com o União Corinthians, que mobilizou esforços e cumpriu a expectativa de conseguir o “acesso” ao NBB.

Esta foi a primeira vez que o Brasileiro da CBB cumpre este papel como divisão de acesso. O torneio existe desde 2019, mas à época era a terceira divisão nacional – a segunda era a Liga Ouro, que deixou de existir e também tinha função de “acesso” ao NBB. Em 2020, o Brasileirão não aconteceu por conta da pandemia de COVID-19.

Em 2019, o campeão foi o Ponta Grossa, que disputou o Brasileiro da CBB novamente em 2021, mas ficou nas quartas de final. Mesmo que, em tese, não seja necessário participar do torneio da CBB para entrar no NBB, a disputa é vista como interessante como amadurecimento do projeto esportivo.

Em relação à temporada 2020/2021 do NBB, além das duas chegadas, uma equipe deixa o torneio: o Campo Mourão, da cidade de mesmo nome no Paraná. O clube ainda não informou seu futuro – se vai disputar o Brasileiro da CBB, estadual ou vai focar na reestruturação para, assim como o Rio Claro, tentar o retorno à elite em 2022/2023.

Veja as equipes confirmadas para a temporada 2021/2022 do NBB, a 14ª edição do torneio:

1) Bauru (SP)

2) Brasília (DF)

3) Cerrado (DF)

4) Caxias do Sul (RS)

5) Paulistano (SP)

6) Flamengo (RJ)

7) Pinheiros (SP)

8) Fortaleza Basquete Cearense (CE)

9) Minas (MG)

10) Mogi (SP)

11) Pato (PR)

12) Rio Claro (SP)

13) São Paulo (SP)

14) Sesi Franca (SP)

15) Corinthians (SP)

16) Unifacisa (PB)

17) União Corinthians (RS)

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *