Ainda de olho no mercado, Minas não descarta contratação de mais um ala

Kouros Monadjemi, presidente do Conselho do Minas e ex-presidente da LNB (Foto: Orlando Bento/Minas)
Kouros Monadjemi, presidente do Conselho do Minas e ex-presidente da LNB (Foto: Orlando Bento/Minas)

Às vésperas da estreia no NBB e, consequentemente, na temporada 2021/2022, o Minas ainda busca reforçar o elenco para as disputas que se aproximam. Presidente do Conselho Deliberativo do clube, Kouros Monadjemi afirma que a direção ainda busca um ala estrangeiro para a posição. O dirigente não citou nomes, mas condicionou a transferência com a ajuda de um novo patrocinador.

“Estamos em busca de um patrocinador para solidificar este trabalho e dar um crescimento, é isto que estamos fazendo. A equipe é extremamente forte, acredito que estará entre os cinco melhores do NBB, é uma questão agora de detalhes. Quem sabe a gente ainda tem espaço para mais um ala, um ala americano bom, com isso damos mais uma crescida em condições de disputar inclusive o título deste ano. É uma questão de detalhes, estamos caminhando com pé no chão, mas nossa função é ter uma equipe competitiva, forte, e ao mesmo tempo um espelho e uma inspiração para as categorias de base”, afirmou, ao Blog Basquete Todo Dia.

Atualmente, o Minas conta com Gui Deodato, de 30 anos, para a posição. Em tese, o reserva imediato do “Batman” é o jovem Samuel Ribeiro, de 19, que tem somente sete jogos como profissional (todos na última temporada), com média de 4,4 minutos por partida.

O Minas estreia na temporada na próxima segunda-feira (25). Como visitante, o time comandado pelo técnico Leo Costa enfrenta o União Corinthians, na cidade gaúcha de Santa Cruz do Sul, pelo NBB. Os minas-tenistas ainda disputarão Champions League Américas (estão no Grupo C, junto de Biguá-URU e Obras Sanitarias-ARG) e podem disputar a Copa Super 8, caso terminem a primeira fase do NBB entre os oito primeiros.

Jogo das Estrelas e NBB

Homem forte não só do Minas como do basquete nacional, Kouros também comentou a realização do próximo Jogo das Estrelas, evento comemorativo com os melhores jogadores da atual temporada do NBB. Segundo Kouros, ex-presidente da Liga Nacional de Basquete (LNB), a edição de 2022 será em São Paulo ou Rio de Janeiro, ainda em meio às adaptações por conta de um novo momento de flexibilização no contexto da pandemia de COVID-19.

“Já está definido. Ano passado, mesmo com a pandemia, nós realizamos Jogo das Estrelas sem público. Este ano vai ter público e, possivelmente, será ou em São Paulo ou no Rio de Janeiro, um dos dois. A ideia do Jogo das Estrelas é para divulgação do basquete no Brasil. Nós já fizemos em várias praças, só que neste período de ainda pós-pandemia, vamos manter dentro de um local mais sólido neste sentido. Agora, depois, no outro ano, quem sabe, vamos começar a distribuir em outras praças”, afirmou à reportagem.

Kouros também afirma que esta edição do NBB, principal torneio de basquete masculino do Brasil, está mais interessante que o da temporada passada, vencida pelo Flamengo. “Não é mais um ou dois, a gente não pode falar que o Flamengo vai ganhar, não é mais assim. Hoje você tem equipes tipo Flamengo, São Paulo, Bauru, Minas e, com isso, tem Paulistano, tem muitas equipes boas e nesta condição, que vai melhorar o nível técnico da liga. Então, nós vamos ter muitas surpresas, isso vai ser muito bom para o basquete”.

One thought to “Ainda de olho no mercado, Minas não descarta contratação de mais um ala”

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *